África do Sul – Monumentos e parques de Pretória

Centro de Pretória

Vista geral de PretóriaRenato Alves (texto e fotos)

Duas das mais importantes cidades sul-africanas são ligadas por uma auto-estrada larga e segura. Em meia hora de carro ou ônibus, partindo de Johannesburgo e seguindo na direção norte, se chega a Pretória. A cidade de médio porte é planejada e muito mais organizada, tranqüila e arborizada que a metrópole vizinha, distante 50 km.

Centro de PretóriaPretória tem mais de 100 parques, com cerca de 50 mil jacarandás trazidos do Rio de Janeiro no século 18. Alguns são santuários de pássaros e reservas naturais, com trilhas para caminhadas e lagos para pesca. O zoológico, inaugurado em 1899, é o único zôo da África do Sul com status nacional. Um dos melhores do mundo, tem os principais bichos da fauna africana, como leões, girafas e elefantes.

Além dos animais, do verde e da sombra, Pretória tem 35 museus. Eles mostram a história e a arte da cidade e do país. Nenhum cobra mais do que o equivalente a R$ 7 pela visita. Eles ficam em prédios centenários e novos, construídos em perfeito equilíbrio. Prova de que a capital soube crescer preservando sua memória.

Fachada do Monumento VoortrekkerMas a dica é começar o passeio por uma das colinas que cercam Pretória. Lá fica o Monumento Voortrekker. O enorme prédio, que lembra um mausoléu, pode ser visto de qualquer ponto da cidade. Para muitos, principalmente negros, a visita é desagradável. Mas ela se faz necessária a quem quer conhecer a história do país, principalmente o começo da invasão branca, que culminou no apartheid.

Construído entre 1937 e 1949, o museu celebra o centenário do Great Trek, a primeira incursão dos voortrekkers (pioneiros) rumo ao norte do país. Nesse período, 15 mil pioneiros ocuparam terras sul-africanas. O monumento narra, por meio de painéis e estátuas, a colonização do país vista pela ótica dos afrikaners, os descendentes dos colonizadores holandeses, que não aceitavam a presença inglesa.

Interior do Monumento VoortrekkerTodo 16 de dezembro, os afrikaners reúnem-se para celebrar a saga de seus ancestrais. Nesse dia, o sol penetra por uma abertura no teto e ilumina uma placa comemorativa no centro do monumento. A sua inauguração atraiu 250 mil pessoas, brancas, em maioria esmagadora. Com o fim do apartheid, os negros queriam destruir o Voortrekker. O fim do monumento foi evitado pelo então presidente Nelson Mandela. “Ele disse ao povo: ‘Não façam isso. Essa construção é para lembrá-los o que o apartheid fez conosco’”, conta Edson Mudam, guia do museu.

Negro, ele quase não recebe visitantes de sua raça. Ressalta que, se não gostar do que há dentro do prédio, o turista pode ficar do lado de fora, onde se tem uma vista geral e agradável da cidade.

Casa tipica da época do dominio inglêsMemória das guerras

No centro de Pretória, o tour continua pelo Museu Krugerhuis, que também lembra a invasão branca. Fica na antiga residência de Stephanus Johannes Paulus Kruger, presidente da República do Transvaal entre 1883 e 1902. Os ingleses tomaram a Cidade do Cabo, no sul do país, em 1806. Lutaram contra negros e bôeres. Os choques levaram os bôeres a migrar maciçamente para o nordeste. O movimento ficou conhecido, entre os brancos, como a Grande Jornada, de 1836. Nessa época, foram fundadas duas repúblicas independentes, Transvaal e Estado Livre de Orange.
 
Deixando de lado a história européia, siga para o Transvaal Museum, o Museu de História Natural. É um dos melhores museus do país. O ponto forte é a mostra sobre a evolução humana, com destaque para o crânio de um Australopithecus Afarensis, de 4 milhões de anos. A prova da ligação do homem com o macaco, para alguns cientistas. Outras atrações são as coleções de aves e insetos, expostas em caprichados dioramas.

Perto do Museu de História Nacional está a Church Square. A praça é o coração de Pretória. Circundada pelos mais belos prédios da cidade, lembra a Praça de Maio, em Buenos Aires — só que com mais verde. Em volta da praça onde os sul-africanos costumam tomar sol no gramado, aos domingos, ficam a prefeitura, o Palácio da Justiça — onde Mandela foi julgado e condenado à prisão — e a Administração Provincial, a sede do governo da Província de Gauteng.

Union BuildingsOutra atração é o Union Buildings. No alto de uma colina, o edifício é  cercado por jardins, freqüentados pelos moradores da cidade. No Union Buildings estão os prédios da burocracia do governo sul-africano. Ali Nelson Mandela tomou posse como presidente do país, em 1994. Na escadaria foi feita a histórica foto do líder negro ao lado dos primeiros parlamentares eleitos após o apartheid.

 

Anúncios

44 comentários em “África do Sul – Monumentos e parques de Pretória

  1. Me ajudou muito com um trabalho escolar obrigada. E as imagens sao lindas e gostei muito deste artigo.

    Curtir

  2. Gente, lembro que esse é um blog de turismo, feito por quem gosta de viajar para quem gosta de vaiajar. Não temos nenhum fim financeiro. Apenas queremos dar boas dicas de passeios aos internautas.

    Curtir

  3. Esse povo nunca foi la e ficam falando merda ai se liga bando nicos!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

    Curtir

  4. massa mas eu estava precisando de uma coisa mais clara. Eu gostaria de fazer uma maquete de monumento historico poriso eu queria uma coisa mais clara OK

    Curtir

  5. esta muito bom!
    Ajuda bastante
    principalmente no meu trabalho escolar em q tenho q pegar coisas bonitas na africa
    !!!!!
    VLW

    Curtir

  6. Luiz e Tati, obrigado pela primeira visita. Espero que se tornem leitores assíduos deste blog. Se gostam de viajar, com certeza se tornarão.

    Tati, vá logo a Cuba, antes que Fidel se vá. Dia 1°, a Revolução completa 50 anos.

    Curtir

  7. incrível como um lugar tão lindo tem uma história tão tensa. Ainda bem que as belezas da áfrica do sul se preservaram após o apartheid.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s