Paris – A elegância da Rive Gauche

Menina na margem esquerda do Rio Sena

Eliane Moreira (texto) e Renato Alves (fotos)

Se Paris é sinônimo de elegância, o que dizer da margem esquerda do Rio Sena (em francês, rive gauche), considerada a área mais charmosa da cidade? Saint-Germain-des-Prés e Quartier Latin concentram glamour e intelectualidade em dose certa.

Dizem que o existencialismo nasceu nos cafés Les Deux Magots e de Flore, em Saint-Germain. Pelo menos era ali que o filósofo Jean Paul Sartre passava boa parte de seu tempo, acompanhado pela não menos ilustre Simone de Beauvoir. Freqüentadores assíduos, em 2000 a praça próxima aos cafés ganhou o nome dos dois amantes.

Banca de souvenirs na margem esquerda do SenaComo chegar

Para conhecer a região, pegue a linha 4 do metrô e desça na estação Saint-Germain-des-Prés, na atraente avenida Boulevard Saint Germain.  São 3 km que vão da Ponte de La Concorde à Ponte de Sully. Pelo caminho, lojas de grife, galerias de arte, antiquários e confeitarias dão um toque de requinte ao lugar.

Ainda em Saint Germain, na esquina da Rue du Four com a Rue Bonaparte, uma farmácia de dois andares oferece cosméticos franceses a preço de banana. Os mesmos produtos aqui no Brasil custam até 10 vezes mais. A estação Mabillon da linha 10 lhe deixa bem pertinho, na Rue du Four.

Margem esquerda do SenaRevolução de idéias

Já o Quartier Latin, endereço da conceituada universidade Sorbonne e de outras instituições de ensino, foi palco de importantes manifestações estudantis durante o movimento de 1968, que culminaram em uma verdadeira revolução de idéias e costumes mundo afora.

A região tem esse nome por causa do latim antes falado pelos estudantes. Reduto de professores, pensadores e estudantes, concentra várias livrarias. A Shakespeare and Co. que vende livros de língua inglesa, virou atração turística por sua teimosia em não se modernizar. Entrar ali é voltar ao passado. E a um delicioso passado, quando era freqüentada pelos escritores Ernest Hemingway, Edgard Alan Poe e Oscar Wilde.

Agora, se você prefere os sebos, também vai se deliciar com o Quartier Latin. Prepare-se para passar horas garimpando verdadeiros tesouros a preços irrisórios. É só descer na estação Maubert, linha 10 do metrô.

Livraria Shakespeare and- Co.

 

Anúncios

2 comentários em “Paris – A elegância da Rive Gauche

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s