Fósseis voltam para Lagoa Santa, após 200 anos

Fóssil de tigre-dente-de-sabre

Fóssil de megatério, a preguiça-giganteO governo da Dinamarca cederá a Minas Gerais, por ao menos 10 anos, cerca de 300 fósseis do Museu Zoológico da capital Copenhague.

As peças, de um total de 12.622, foram enviadas àquele país, a partir de 1845, pelo naturalista dinamarquês Peter Lund (1801-1880).

Ele viveu mais de quatro décadas em Lagoa Santa, na Região Metropolitana de Belo Horizonte, e é considerado o “pai da paleontologia brasileira”.

A expectativa é de que a coleção seja mostrada no ano que vem, no centro cultural e receptivo turístico a ser construído ao lado da Gruta da Lapinha, em Lagoa Santa.

Crânio e mandíbula do 'homem de Lagoa Santa'Entre as preciosidades está parte do material encontrado por Lund na Lapa Vermelha, gruta destruída na década de 70 para transformar o patrimônio natural em sacos de cimento.

No museu de Copenhague estão o crânio do primeiro homem que viveu na América, há 11 mil anos, além de ossos de raposa, de onça, de tigre-dente-de-sabre e até de um urso, da mesma época.

No acervo do museu dinamarquês há ainda um registro de Lund em plena atividade dentro da gruta, com os estalactites parecendo flocos de neve. Trata-se de um desenho a nanquim colorido, datado de 1839 e feito pelo norueguês Brandt, então secretário do paleontólogo. A exemplo dos ossos da raposa e da onça, que aparecem nesta página, a gravura também é inédita para a maioria dos brasileiros. No entanto, o original vai continuar no museu de Copenhague.

Desenho em nanquim mostrando Lund trabalhando na Lapa Vermelha

A expectativa é de que a Dinamarca envie outras peças, as quais pertenceram à Gruta de Maquiné, em Cordisburgo, na Região Central de Minas, e integram o lote levado por Lund. Assim, uma parte ficaria exposta em Lagoa Santa e outra em Cordisburgo. O material repatriado atinjirá 4% do que está guardado na Dinamarca.

O governo investirá R$ 2 milhões na construção do centro turístico. Em Copenhague, a coleção é tratada como material científico, sem exposição permanente. 

Lagoa Santa - Gruta da LapinhaImpulso no turismo

É grande a expectativa em Lagoa Santa e arredores para a construção do centro cultural Peter W. Lund. Com obras que começarão em setembro, deverá aumentar o turismo na região.

Quando estiver pronto, em junho de 2010, ele será uma atração maior para a Lapinha, que recebe anualmente 25 mil pessoas.

Com o projeto, quem visitá-la será recebido no centro turístico para receber todas as orientações, ver painéis para, só então, atravessar uma passarela entre árvores e chegar à gruta.

O centro receptivo terá 1,2 mil metros quadrados de área construída e mais 400m² no entorno, abrigando a exposição dos fósseis, museu, auditório, loja, café e outros atrativos.

O objetivo do governo é construir receptivos também nas grutas de Maquiné (40 mil vistantes/ano), em Cordisburgo, na Região Central, a 114km da capital, e Rei do Mato (20 mil visitantes/ano), em Sete Lagoas, a 70km de BH.

Todas as construções fazem parte da Linha Lund, que integra as grutas ao Museu de Ciências Naturais da PUC Minas, no Bairro Coração Eucarístico, noroeste de BH.

Parque do Sumidouro

A campanha para retorno dos fósseis começou há dois anos, tendo à frente a Prefeitura de Lagoa Santa, sendo depois encampada pela Secretaria de Estado do Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável (Semad), que inaugura, até julho, o Parque do Sumidouro, de 2 mil hectares, que fica entre Lagoa Santa e Pedro Leopoldo.

Nessa unidade de conservação, onde fica a Lapinha, será construído o Museu dos Primeiros Americanos, a 4km do receptivo turístico. Ele será usado para exposições sobre os habitantes pioneiros do continente.

Sete Lagoas - Gruta Rei do Mato

 

Anúncios

17 comentários em “Fósseis voltam para Lagoa Santa, após 200 anos

  1. isso é motivo de orgulho para nós mineiros que poderemos visitar essas preciosidades pre-históricas ao vivo,que bom!!

    Curtir

  2. Por sorte os dinamarqueses levaram essas preciosidades para fora do Brasil, assim hoje podemos vê-las. Não fosse isso os brasileiros teriam destruído como fazem com todo o resto.

    Curtir

  3. Aff…eu mereço…tdo mundo sabe que eram carnivóros,pensei que o site era mais seleto aos leitores que aqui publicam sua opiniao… so podem ser crianças a escreverem isso aqui.

    Curtir

  4. Excelente notícia, pois já estava passando da hora! As peças pertencem à história brasileira e são necessárias para uma melhor compreensão da origem de nossa história.

    Sol.

    Curtir

  5. os tigres dente de sabre correr mais
    de vinte por ora essas animais
    poden matar um bufalo
    eles poden atacar vocé com a maior
    facilidade.

    Curtir

  6. o tigre dente de sabre é o rei dos mamiferos
    ele é parente dos tigres eles pode viver
    mais de trinta anos esse animal come carne
    de outros animais

    Curtir

  7. qqqqqqqqqqqqqqqqqqqqqqqqqqqqqqqq
    dddddddddddddddddddddd
    ooooooooooooooooooooooo
    iiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiii
    dddddddddddddddddddddd
    oooooooooooooooooooooo
    !!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s