Cantinho japonês em Palermo


Eliane Moreira (texto e fotos)

O câmbio favorável fez de Buenos Aires um destino tão frequente que os brasileiros andam pelas ruas da capital argentina como se estivessem em casa.

Já acostumados aos clássicos Microcentro, Recoleta e San Telmo, o novo queridinho dos brasileiros, o bairro de Palermo, concentra atrações para todos os gostos: bons restaurantes, lojas interessantes, museus, parques, zoológico, jardim botânico. E o irresistível jardim japonês.

Localizado à Av. Casares, além de um lago cheinho de carpas, o jardim japonês tem casa de chá, espaço para meditação, monumentos, campanário.

Mais do que espaço paisagístico, no entanto, por lá acontecem uma série de atividades que celebram a cultura japonesa, como seções de shiatsu, cultura de bonsais e apresentações de aikidô.

Para a imersão ser mais completa, o turista pode fazer sua refeição no restaurante de comida japonesa dentro do jardim. Bastante disputado, na hora do almoço são comuns as filas de espera.

Doado à cidade de Buenos Aires em 1979 pela comunidade japonesa, o jardim japonês abre todos os dias, das 10h às 18h. O ingresso custa 8 pesos.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s