Arquitetura, cores e sabores canadenses

Renato Alves (texto e fotos)

A Nathan Philips Square e seu entorno estão entre os melhores pontos para conhecer exemplares da arquitetura de Toronto. A bela e ampla praça abriga a prefeitura, um conjunto com dois prédios que remetem aos traços de Oscar Niemeyer. A obra causou polêmica ao ser inaugurada, em 1964. Além dos edifício e de um enorme espaço vazio, ocupado durante eventos culturais e festivos, há um lago coberto por arcos de concreto. Nos meses de inverno, ele vira um concorrido rinque de patinação.

Ao lado da praça, fica a elegante prefeitura antiga (foto acima), do século 19 e cheia de colunas com desenhos. Apesar da beleza, o prédio quase veio abaixo para dar lugar ao substituto. Hoje, sedia o fórum e a Secretaria de Justiça municipal. Além de ponto para prática esportiva, agitação cultural e descanso, a praça serve de local de partida para conhecer parte da cidade subterrânea.


Mas não espere ver casas e estradas debaixo da terra. Conhecida como PATH, a passarela subterrânea tem 16km de extensão e é muito usada pelos moradores no rigoroso inverno canadense. Ladeada por lojas de todos os tipos, ela liga o metrô e o trem de subúrbio a alguns dos principais edifícios. O Shopping Eaton Centre é um dos prédios ligados pela PATH. Por essa rede, por exemplo, chega-se também à CN Tower e ao Rogers Centre.

Aos domingos, na quadra em frente ao mercado, pequenos comerciantes montam uma feira de objetos de arte e artigos para decoração. Ao lado, há um dos melhores mercados de antiguidade de Toronto, onde vendem-se discos de vinil, revistas, quadros, porcelanas, móveis e outros artigos.

Mostarda

Mas, vale lembrar, a PATH só é necessária durante o inverno. Por ela, não se conhecem outras belezas da arquitetura local, como o St. Lawrence Market (foto acima). Muito frequentado por quem vive em Toronto, o mercado é ponto obrigatório de visitação. Ele oferece queijos, frutas, verduras, frutos do mar, objetos de arte, suvenires e uma vasta quantidade de guloseimas.


Também localizado no centro, perto do Eaton Centre, o mercado é formado por dois prédios (Norte e Sul) de tijolinhos à vista, localizados em uma das áreas mais bonitas de Toronto, próxima ao cruzamento da Front Street com a Jarvis. O conjunto, que começou a ser erguido em 1803, já abrigou a prefeitura. Limpo e organizado, ele ainda conta com bares e restaurantes nas áreas interna e externa.

A diversidade cultural encontrada em Toronto está presente em cada canto do mercado. Em uma só loja, é possível encontrar funcionários e produtos vindos de diferentes lugares do mundo. Há ainda uma diversa variedade de vinhos canadenses, produzidos na província de Ontário, na região de Niágara. Nativos e visitantes também adoram a variedade de mostardas feitas no Canadá.

Vitrais

A três quadras dos mercados, um belo exemplar da arquitetura canadense também é uma oportunidade para conhecer um pouco da história e da religiosidade desse povo. Com sorte, na igreja anglicana, com vitrais muito bem cuidados, o visitante ainda pode desfrutar de um concerto de órgão ao vivo.

LEIA TAMBÉM

Onde o céu é o limite

O endereço dos descolados em Toronto

A mais quente cidade do Canadá

Anúncios

2 comentários em “Arquitetura, cores e sabores canadenses

  1. Amo Toronto… Quando estive lá em 2000 estive em todos esses lugares fascinantes…. Viajar é mágico e tem dinheiro no mundo que pague os lugares qué nossos olhos presenciarem e que guardamos em nossa memória. E isso sim, levamos para o túmulo. É uma vivência só sua.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s