Natal sustentável em Pirenópolis

Cecília Pinto Coelho, do Correio Braziliense

Cerca de 150km separam Brasília da histórica Pirenópolis, cidade goiana fundada no século 18. O trajeto de carro é feito em apenas uma hora e meia, o suficiente para que o brasiliense se depare com uma paisagem totalmente diferente daquela da capital federal. A charmosa Piri já foi cenário de novelas como Estrela guia e Araguaia, e agora tem até fama internacional. Recentemente, foi carinhosamente denominada de “cidade dos Fuscas” no jornal norte-americano The New York Times.

Mas os encantos da cidadela vão além dos carros da década de 1950 e das exuberantes cachoeiras vistas na telinha da televisão. As casas coloniais, as bonecas namoradeiras nas janelas, a gastronomia e o canto dos periquitos são algumas das características que atraem, segundo dados da Secretaria Municipal de Turismo, 250 mil visitantes por ano. E, neste fim de ano, os turistas poderão ver um colorido diferente na cidade: a decoração para o Natal será toda feita a partir de material reciclado.

“Esperamos triplicar, em dezembro, o número de visitantes com relação aos outros meses do ano”, afirma o Secretário de Turismo, Sérgio Rady. A decoração natalina contará com 200 peças — entre renas, árvores, flores e trenós — feitas a partir de 400 mil garrafas pet. Só na árvore de Natal, serão usadas 30 mil. “Sentimos a necessidade de fazer um projeto com envolvimento social, cultural e ambiental, além do turístico”, avalia o secretário. A programação cultural para esse período ainda não foi definida, mas o brasiliense já pode ficar de olho nos pacotes montados por hotéis e pousadas (leia o quadro).

A pirenopolina Laisa Pereira, 18 anos, é uma das 150 trabalhadoras envolvidas diretamente na produção dos objetos. Além de receber uma bolsa mensal de R$ 300, ganhará um certificado quando o trabalho acabar. “Cortar as flores é fácil, o complicado é fazer a montagem”, diz. “Mas vale a pena, a cidade fica mais bonita e iluminada no fim do ano. Estou ansiosa para ver o resultado”, completa.

Conterrânea de Laisa, Andressa Daher, 27, vai aproveitar o aprendizado para vender peças recicladas no futuro. Por enquanto, se empenha das 7h às 12h, todos os dias, na confecção da decoração. “Este ano vamos ver a decoração mais bonita, será um dos melhores natais”, acredita.

O projeto surgiu a partir da dissertação de mestrado do paulista Giulliano Stucchi, feita há cerca de 10 anos em parceria com uma amiga. Desde então, Giulliano já montou diversos cenários natalinos pelo Brasil. O trabalho beneficiou crianças carentes, idosos e até presos em uma cadeia de segurança máxima. “É um projeto de arte que pode ser feito por qualquer pessoa”, explica Giulliano, que está na cidade desde 15 de setembro para organizar o evento. “Tivemos que realizar uma campanha ambiental e fazer palestras nas escolas para arrecadar o material”, acrescenta.

Sucesso

Desde já, a Praça do Coreto, famosa pela feira dos fins de semana — onde visitantes podem pechinchar em produtos artesanais —, exibe flores com pétalas brancas e vermelhas feitas com material reciclado. A professora aposentada Ivone Meister e a mãe, Lydia Lutz Meister, ambas paranaenses, aproveitaram para tirar fotos no local. “Achei lindo; isso incentiva a mudança em outros lugares, que gastam tanto com material de decoração e acabam não ficando tão bonitos”, observa Ivone.

“Já é a terceira vez que vimos para cá. Gosto muito da tranquilidade, do estilo de vida antigo, e as pessoas aqui são muito hospitaleiras. Já nos convidaram até no quintal de uma casa para comer jabuticaba no pé”, conta Ivone.

Quem leva
Viação Goianésia / (62) 3233-6593
Brasília-Pirenópolis: saídas diárias, às 6h30, às 10h, às 15h e às 17h30. Preço: R$ 19,50. Pirenópolis — Brasília: diariamente, às 7h, às 9h30, às 15h30 e às 19h. Preço: R$ 21.

Santo Antônio / (61) 3328-0834
Brasília-Pirenópolis: saídas diárias, às 8h30 e às 14h30. Preço: R$ 23. Pirenópolis — Brasília: diariamente, às 9h30 e às 14h30. Preço: R$ 21. Essa empresa não para na rodoviária. Os passageiros precisam descer no trevo de entrada da cidade.

Centro de Atendimento ao Turista
(62) 3331-2633, (62) 3331-1397

Rodoviária Interestadual de Brasília
SMAS, Trecho 4, Conjunto 5/6; (61) 3234-2185

Rodoviária de Pirenópolis
Rua Neco Mendonça, s/nº, Centro; (62) 3331 1080

Secretaria de Turismo de Pirenópolis
(62) 3331-2416

Site oficial da cidade
http://www.pirenopolis.go.gov.br

LEIA TAMBÉM

Pirenópolis sob o olhar do The New York Times

Festa Literária de Pirenópolis

Pirenópolis vira cenário de novela

Fazenda Babilônia

Anúncios

Um comentário em “Natal sustentável em Pirenópolis

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s