Pelo litoral de Israel

Eliane Moreira (texto e fotos)

Engana-se quem pensa que basta conhecer Jerusalém para entender as diferentes culturas e religiões do estado israelense. Cruzar o país, seja pelo litoral, seja pelo interior, vale por muitas aulas de história.

Incorporada a Tel Aviv, a cidade de Jafa é considerada uma das mais antigas do mundo. Segundo a Bíblia, essa pequena cidade portuária foi fundada por Jafé, filho de Noé, após o dilúvio.

De lá também teria partido o profeta Jonas, antes de ser engolido por uma baleia. Aos descrentes, fato é que arqueólogos encontraram em Jafa vestígios do século 20 antes de Cristo.

Hoje os turistas são atraídos pelo centrinho da cidade antiga, com destaque para o mosteiro de São Pedro e o bairro dos artistas, e de onde se tem uma bela vista do Mar Mediterrâneo.

Seguindo pelo litoral, rumo ao norte do país, chega-se a Cesareia. Da cidade construída pelo rei Herodes, hoje só sobram ruínas, preservadas no Parque Nacional (aberto diariamente, de 8h às 16h). Arquibancadas do hipódromo e do teatro romano, edificações do palácio de Herodes e um bem conservado aqueduto romano remetem ao passado grandioso de Cesareia (foto abaixo).

Um pouco mais ao norte, nas encostas do Monte Carmelo, chegamos a Haifa, terceira cidade mais importante de Israel. Por causa de seu porto, em Haifa se concentram indústrias nacionais e estrangeiras, fazendo da cidade um rico polo empresarial.

Do alto do Monte Carmelo, em Haifa, destacam-se o mosteiro carmelita Stela Maris e a gruta de Elias, onde o profeta bíblico teria morado. O que tira o fôlego de qualquer turista, no entanto, é o santuário da religião Bahista, dissidência do islamismo, e seu maravilhoso e bem cuidado jardim (foto abaixo).

Última atração do litoral israelense, no extremo norte do país e a poucos quilômetros da fronteira com o Líbano, Acre já foi dominada por árabes e pelos cristãos que aqui chegaram no período das Cruzadas.

Não por acaso, os cartões postais da cidade são a mesquita de El-Jazar, em estilo turco, e a Cidade dos Cruzados, conjunto arqueológico que mantém preservada toda a estrutura erguida para dar apoio aos cristãos que resistiam ao domínio árabe.

MAIS SOBRE TURISMO EM ISRAEL

A Copacabana de Tel Aviv

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s