Feira do Troca de Olhos D’Água (GO) chega à 85ª edição

Fotos de Bruno Peres

A próxima tradicional Feira do Troca de Olhos D’Água acontece nos dias 4, 5 e 6 de dezembro (sexta, sábado e domingo). E esta será especial, pois é a 85ª edição.

Olhos D’Água é um aconchegante povoado de Alexânia (GO), que fica a pouco mais de 100km de Brasília.

Seguindo uma tradição, desde 1974, a Feira do Troca é realizada duas vezes por ano, no primeiro fim de semana de junho e no primeiro final de semana de dezembro, recebendo cerca de 8 mil visitantes por edição. De fundamental importância para o fortalecimento da produção artesanal, do turismo, da cultura e da economia da região, a feira mantém a tradição do escambo, principal forma que a população da vila até o fim dos anos 1980.

A Feira do Troca teve inicio em dezembro de 1974, com a iniciativa da professora Laís Aderne que, ao fazer um projeto de arte-educação, identificou os mestres artesãos, resgatou os fazeres tradicionais da população nativa e criou um canal de escoamento para a produção artesanal.

Feira do Troca

Valendo-se do costume local que tinha como forma de comercialização a troca (escambo), criou-se um evento onde se trocavam roupas, sapatos, utensílios domésticos usados, trazidos pelos visitantes de cidades vizinhas, por produtos do vilarejo: artesanato e produtos da agricultura local. Uniram-se duas práticas tradicionais da comunidade, o escambo e o artesanato de raiz.

A troca por necessidade não mais existe. Permanece, no entanto, a tradição da troca justa, aquela que interessa e proporciona satisfação e prazer para as partes. Um bom produto e uma boa capacidade de negociador continuam sendo a garantia da boa prática do escambo.

Com o passar do tempo, a Feira do Troca se consolidou como grande evento turístico que, além da atividade tradicional de escambo e venda de produtos da terra, apresenta ao público local e visitante uma agenda cultural rica e variada, com atrações que incluem apresentações musicais com artistas locais, duplas sertanejas de raiz, moda de viola, danças tradicionais como o catira, teatro de mamulengo e contação de causos. Além disso, os visitantes poderão se deliciar com os produtos da gastronomia local, como galinhada, galinha com pequi, empadão goiano, frango com gueiroba, pamonha, caldo e engrossado de milho e muito mais.

Fotos de Zuleika de Souza

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s