10 cidades “secretas” na Europa

A dica é o TripAdvisor, o maior site de turismo do mundo. Confira a lista, com algumas opções de hospedagem:

Cesky Krumlov
Boêmia, República Tcheca
Hotéis recomendados para reservar nas proximidades
Polperro
Cornualha, Inglaterra
Hotéis recomendados para reservar nas proximidades
Dolceacqua
Ligúria, Itália
Hotéis recomendados para reservar nas proximidades
Trogir
Croácia
Hotéis recomendados para reservar nas proximidades
Valldemossa
Maiorca, Espanha
Hotéis recomendados para reservar nas proximidades
Anúncios

10 cafeterias imperdíveis mundo afora

Nômades Digitais

Precisa se alimentar, relaxar, encontrar os amigos ou trabalhar? Cafeterias costumam ser lugares aconchegantes e inspiradores e, mais do que servir cafés, funcionam como pequenos refúgios na cidade.

Assim como você tem músicas, livros e tipos de espresso favoritos, é provável que você tenha sua cafeteria favorita na cidade em que mora e dificilmente frequenta os demais cafés. Mas quando for viajar, leve esta lista consigo e tenha a garantia de que irá passar por cafeterias simplesmente incríveis.

Elas até podem não fazer bem o seu estilo e podem não se tornar as suas favoritas, mas com certeza vale a pena conhecê-las.

1. The Grounds of Alexandria, Austrália

O que antigamente era uma fábrica de tortas se transformou em um charmoso café. Não só o ambiente é bonito e aconchegante, como os cafés são realmente especiais. Há uma sala para pesquisa e testes de grãos, que vêm de países como a Colômbia, Etiópia, Uganda e o Brasil. No terraço, vegetais e ervas são cultivadas por um especialista e são utilizadas na composição de pratos da própria cafeteria.

TheGrounds1

Cafeterias para visitar

Fotos © The Grounds

2. The Vintage Emporium – Londres, Inglaterra

Nostalgia é a palavra certa para descrever esta cafeteria. Além dos cafés, antiguidades são especialidade da casa e também estão à venda. No estilo vitoriano, o local abriga uma centena de objetos antigos, que vão desde vitrolas até sapatos.

Cafeterias para visitar

Cafeterias para visitar

Fotos © A Cat of Impossible Colour

3. Hotel Central & Café – Copenhagen, Dinamarca

Trata-se de um hotel e um café. Contudo, o hotel só oferece um quarto e o café cinco cadeiras. Sem dúvida alguma, este é o menor e mais curioso hotel-café da cidade.

Cafeterias para visitar

Cafeterias para visitar

Fotos © Yvonne Konné

4. Balzac’s – Toronto, Canadá

A antiga fábrica foi transformada em um café no estilo parisiense. Do charmoso lustre ao estilo das mesas, tudo faz você lembrar da iluminada Paris.

Balzacs1

Cafeterias para visitar

Fotos © Balzac’s Roasters 

5. La Distributice – Montreal, Canadá

Diferente da cafeteria dinamarquesa, aqui não há sequer cadeiras. O La Distributice é tido como a menor cafeteria da América do Norte e serve apenas cafés para viagem.

Cafeterias para visitar

Cafeterias para visitar

Fotos © Caffeinated by Design

6. The Lily Vanilli – Londres, Inglaterra

No estilo antigo, esta pequena padaria e cafeteria é principalmente conhecida por seus cupcakes.

LilyVanilli1

LilyVanilli2

Fotos © Lily Vanilly

7. L’oisiveThé – Paris, França

Esta é uma casa de chás, mas é tão charmosa e encantadora quanto as demais cafeterias da lista. Além de servir bebidas quentes, a loja funciona como um armarinhos e vende tudo o que você precisa para fazer tricô e afins.

cafe7

Cafeterias para visitar

Fotos © Chiffon Brodeuse

8. Little Nap Coffee Stand – Tóquio, Japão

Se você estiver no Japão e quiser sentir um gostinho dos Estados Unidos, esta é a cafeteria certa para ir. O design industrial, com chão de madeira de demolição e detalhes em metal, definitivamente não é um ponto contra no conforto do lugar.

Cafeterias para visitar

Cafeterias para visitar

Fotos © The Fox is Black

9. Snickarbacken 7 – Estocolmo, Suécia

Esta cafeteria fica um pouco escondida, na frente de uma galeria de arte. Os especialistas em café que lá trabalham adoram falar sobre grãos e compartilhar conhecimento.

Cafeterias para visitar

Cafeterias para visitar

Fotos © T Magazine

10. Le Coutume Café – Paris, França

Considerada uma das melhores cafeterias da Europa, o Café Coutume investe nos mais diferentes tipos de grãos e cafés: um prato (ou xícara!) cheio para quem gosta de experimentar.

Coutume

Cafeterias para visitar

Fotos © AA13

10 lugares surreais que você nunca ouviu falar

Do Nômades Digitais

O mundo está cheio de destinos curiosos e uma das coisas que mais nos motiva a desbravá-lo são os lugares surreais, aqueles que são difíceis de acreditar que existem. Como já mostramos alguns deles aqui, agora está na hora de apresentar aqueles que você provavelmente nunca ouviu falar.  

A natureza é a grande responsável pela criação destes destinos tão maravilhosos, que formam cenários de sonhos. Com cores vibrantes, labirintos, águas cristalinas e até terapêuticas, fica difícil escolher qual será a próxima viagem a ser feita. Olha só:

1. Esta gruta incrível em St Marcel d’Ardèche, na França, foi descoberta em 1836 por um caçador. Desde então tem encantado o mundo com sua rede subterrânea de bacias hidrográficas e formações rochosas que a tornam uma das maiores grutas do mundo.

surreal1

2. Um dos destinos imperdíveis na Guatemala é Semuc Champey, uma ponte de pedra que cobre o leito do Rio Cahabón, formando maravilhosas piscinas de cor esmeralda.

surreal2

3. O distrito de Dongchuan, na cidade de Xintian – China, é formado por uma cadeia de vales avermelhados que dão ao local o apelido de “Terra Vermelha”. A coloração é justificada pela presença de ferro oxidado e minerais no solo, além de plantas que florescem ao longo do ano.

surreal3

4. A cinco horas de Lima, no Peru, um dos lugares mais fascinantes é o oásis de Huacachina. A fonte d’água no meio do deserto atrai mochileiros que praticam sandboard e fazem passeios de buggy.

 surreal4

5. Na região de Thassos, na Grécia, quem ganha o coração dos turistas é oLago Giola, uma piscina natural que se forma nas rochas próximas ao mar. Esculpida pela força das ondas, a piscina de águas cristalinas fica numa praia próxima a aldeia de Astria.

surreal5

6. A Vila Popeye, em Malta, serviu como cenário para a filmagem de “Popeye” em 1980. Após as filmagens esta charmosa aldeia continuou montada e se tornou um museu a céu aberto. Saiba mais sobre ela aqui.

surreal6

7. Rotorua é uma cidade da Nova Zelândia conhecida por suas águas termais, gêiseres e spas. Um dos locais mais famosos na região é a chamada “piscina de champanhe”, dentro do parque termal de Waiotapu, que borbulha CO². A borda alaranjada é por conta dos metais pesados presentes na água.

surreal7

8. A região de Namaqualand se estende pela Namíbia e África do Sul. Durante a Primavera é tomada por uma porção de margaridas laranjas e brancas, criando um dos cenários mais surreais do mundo.

surreal8

9. A Ilha das Flores, dentro do arquipélago de Açores, em Portugal, tem paisagens deslumbrantes. O nome tem origem nas flores selvagens que cercam o local, ao redor de belas lagoas e fontes termais.

surreal9

10. Na província de Cádiz, Espanha, está a curiosa Setenil de las Bodegas, cidade construída logo abaixo de um penhasco com vista para o Rio Tejo. O local se destaca pela gastronomia de qualidade, que pode ser apreciada em bons bares e restaurantes.

Surreal10

Air France dá brinquedos e oferece jogos para crianças a bordo

imagem_release_560580

A partir desta sexta-feira (18/12), a Air France entra no clima natalino e oferece brinquedos e jogos de tabuleiro da Barbie, HotWheels e personagens do filme Carros para crianças viajando desacompanhadas nos aeroportos Paris-Charles de Gaulle e Paris-Orly.

Os comissários da Air France também entregarão kits Bonpoint com cosméticos e brinquedos em todos os lounges Business do aeroporto Charles de Gaulle.

Além disso, os pequenos passageiros receberão exemplares das revistas da Bayard Jeunesse (Pomme d’Api, J’aime lire, Okapi, Adventure Box e Story Box). Dentro das aeronaves, as crianças também contam com jogos, cartões para colorir, cruzadinhas e outras brincadeiras.

Os jovens desbravadores que viajam sozinhos pelo programa KidsSolo, poderão falar com parentes em qualquer parte do mundo. A partir desta sexta-feira, a Air France irá oferecer wi-fi gratuito para menores desacompanhados nos lounges dos aeroportos parisienses, em parceria com a HubOne!

Para completar o clima de Natal, quem passar pelos terminais E e F do aeroporto Charles de Gaulle em 18 e 19 de dezembro poderá tirar foto com o Papai Noel, que estará distribuindo presentes, além do coral da Air France cantando músicas natalinas.

Todos os anos, 1,3 milhão de crianças viajam com a Air France, sendo 410 mil crianças desacompanhadas e 285 mil bebês.

TAM tem voos de Brasília para a Europa a partir de US$ 899

Imagem

Os brasilienses que planejam viajar para a Europa entre março e agosto podem aproveitar a promoção que a TAM Linhas Aéreas acaba de lançar. Até 16 de fevereiro, a companhia oferece passagens de ida e volta para diversos destinos no continente europeu, com saída de Brasília, a preços bem atraentes. Também há ofertas para voos que partem de outras cidades brasileiras.

Bilhetes para Frankfurt, na Alemanha, e Londres, na Inglaterra estão disponíveis por preços a partir de R$ 2169 (US$ 899). Já Milão, na Itália, e Paris, na França, saem a partir de R$ 2.410 (US$ 999) e R$ 2.290 (US$ 949) respectivamente. Para essa promoção, os clientes também podem utilizar pontos do TAM Fidelidade para comprar os bilhetes. Os destinos saem a partir de 70 mil pontos.

Válidas para viagens na Classe Econômica, as ofertas já estão disponíveis no site http://www.tam.com.br. Os bilhetes também podem ser adquiridos em outros canais de venda da companhia, como agências de viagens, lojas da TAM Viagens e Central de Vendas, Fidelidade e Serviços (4002-5700 para as capitais, ou 0300 570 5700 para o restante do Brasil). Esse valor pode ser parcelado em até seis vezes sem juros em qualquer cartão de crédito aceito pela TAM. No Itaucard, a compra pode ser dividida em até 10 vezes.

Confira algumas oportunidades:

 

Os traços e os sabores de Bruxelas

Bruxelas1

Eliane Moreira (texto) e Renato Alves (fotos)

Espremida entre dois grandes destinos turísticos, a Bélgica costuma ser apenas um pit stop para quem visita a França e a Holanda. Mas o país do chocolate, da cerveja Stela Artois, do Tintin e dos Smurfs surpreende o visitante com suas belas cidades.

Bruxelas2

Chegando à capital Bruxelas, você verá que tudo pulsa ao redor de sua principal atração, a histórica Grand Place. Construída no século 11 e reconstruída em outras ocasiões, cercada por um belo conjunto arquitetônico que abriga a prefeitura e museus, não é exagero passar horas apreciando as fachadas de seus prédios, alguns ornamentados com detalhes em tons de dourado e flores nas janelas e sacadas. Ao redor da praça, há bares e restaurantes com mesas ao ar livre, mas a maioria dos turistas prefere apreciar a beleza do cenário de 360° sentados nos paralelepípedos que cobrem o chão da praça.

Bruxelas5

Quando estiver pronto para deixar a praça e seguir para outras atrações, perambulando pelas ruas ao redor da Grand Place, uma leva de turistas, indo na mesma direção, lhe levará até o Mannekin Pis, estátua de um menino fazendo xixi e um dos principais símbolos da cidade. Não espere muito dessa atração, que pode até ser bem decepcionante. Medindo apenas 30cm, é comum ouvir dos turistas frases do tipo “vim até aqui para isso?”.

Bruxelas6
Mas com um pouco de bom humor, é possível achar graça do menino e principalmente das diferentes versões sobre seu surgimento. As mais conhecidas dizem respeito a um menino que tentava apagar um incêndio com sua urina. Outras são de uma criança, filho de um nobre, perdido e encontrado pelo pai na conhecida posição.

Independentemente das versões, todas as lojas de souvenires de Bruxelas vendem réplicas do menino pelado. Outros dois modelos, um do que seria sua irmã e outro do seu cachorro, estão expostas pela feiras e lojas da cidade.

Bruxelas9
Continuando a caminhada, só que dessa vez morro a cima, vale a pena conhecer a Place Du Grand Sablon, uma agradável praça que praticamente divide Bruxelas em cidade alta e cidade baixa e que termina em frente à bonita catedral Notre-Dame Du Sablon. Depois de visitar a igreja, atravesse a rua e descanse no pitoresco Jardim Egmont, com suas várias estátuas. Na parte alta da cidade, no entanto, o destaque vai para o quarteirão real, de onde se tem uma bonita vista da cidade baixa, e onde estão localizados o Palácio Real e o parque de Bruxelas.

Mais além, o moderno edifício do Parlamento Europeu lembra a todos que Bruxelas é ao mesmo tempo capital belga e sede da União Europeia. Moderno também, outro símbolo da cidade, situado nos subúrbios, no Bruparck, o Atomium, monumento que representa um átomo de ferro ampliado milhões de vezes, oferece uma plataforma panorâmica.

Tantas atrações são suficientes para garantir pelo menos um dia inteiro em Bruxelas.  Dois seria o ideal. Até porque, além dos edifícios e monumentos, talvez o melhor de Bruxelas seja caminhar despretensiosamente por suas ruas.

Mexilhões e batatas

A cidade cheira a chocolate. E não a qualquer chocolate, mas a um dos melhores do mundo: o legítimo chocolate belga. Brasileiros acostumados a comprar as guloseimas da famosa (e cara) Guylian apenas em freeshops nos voos internacionais podem se esbaldar em lojas exclusivas da marca com produtos industrializados e artesanais, por preços bem mais em conta. Ou experimentar outras marcas, com sabores igualmente divinos.

Bruxelas3
Também atraem o paladar dos turistas os waffles belgas, acompanhados por calda de chocolate, sorvete, frutas, doce de leite ou o que mais a imaginação puder inventar. Disputando lugar com as chocolatarias, quiosques, lojinhas e cafés estão sempre abarrotados de turistas. Os da sorveteria Haagen Dazs fazem um enorme sucesso.

Bruxelas4
Se a intenção é uma bela refeição, o prato típico da Bélgica, mexilhões com batata frita, parecem compor o cardápio de todos os restaurantes da cidade. Melhor ainda se acompanhados da famosa cerveja belga Stela Artois, cada vez mais apreciada pelo público brasileiro.

Bruxelas8

É perdendo-se pelas ruas de Bruxelas que o turista encontra outras curiosidades, como lojas exclusivas de produtos do personagem Tintin, protagonista de uma série de histórias em quadrinho que recentemente ganhou sua versão para o cinema, e dos simpáticos Smurfs, desenho animado muito conhecido dos brasileiros.

Agora, se você tiver mais tempo, estique sua estadia em Bruxelas e aproveite para ir de trem até a cidade vizinha de Bruges. Cortada por canais e construções medievais, não é a toa que a cidade é considerada um dos mais atraentes destinos turísticos da Bélgica.

Bruxelas7
Como chegar

A maior parte dos turistas que chegam a Bruxelas vem de trem a partir de Paris ou de Amsterdã (Bruxelas tem três estações). Geralmente, fazem de Bruxelas apenas uma conexão entre as duas capitais. Se essa for sua opção, você pode deixar suas bagagens nos maleiros pagos das estações, conhecer a cidade e voltar mais tarde para completar o trajeto até a próxima capital.

Tanto a companhia ferroviária Thalys quanto a Intercity cobrem o percurso. A vantagem da primeira é que as viagens são mais rápidas e os trens mais bens conservados. Passagens podem ser compradas pelos sites das companhias ou nas estações, já que há várias opções diárias de horários.

Onde ficar

Se, no entanto, quiser passar um pouquinho mais de tempo na Bélgica, que tal se hospedar em um hotel sem recepção, em que check in, check out e outros serviços são feitos pelo próprio hóspede em guichês de auto-atendimento? É esse o conceito do Max Hotel, localizado convenientemente próximo a Grand Place e a estações de trem (a do norte) e de metrô. Por abrir mão do atendimento por recepcionistas, o Max Hotel consegue reunir comodidade e bom preço em um único lugar.

As monumentais Paris e Brasília em exposição

Nahima Maciel, do Correio Braziliense

Foi no Facebook que João Campello se descobriu fotógrafo. Na verdade, foi descoberto. Uma foto postada em novembro de 2011 quase congestionou a página. De repente, Campello contava com 1.995 amigos, mas nunca ouvira falar nem da metade. A pressão foi tanta que postou mais fotos, todas de Brasília, e acabou por aceitar o desafio de montar uma exposição sugerido por alguns amigos. O resultado fica exposto até setembro no Espaço Cultural Alexandre Innecco e revela um olhar amoroso para a cidade adotada pelo fotógrafo.

Campello nasceu em Salvador, mas cresceu em Brasília. Chegou à capital aos 7 anos e fez da paisagem de concreto sua referência. É tão fanático pela cidade que, quando foi conhecer Paris, enfiou na cabeça que não ia gostar só para contrariar os amigos. Afinal, nada poderia superar Brasília. “Todo mundo falava que eu ia me apaixonar. Fui pensando o contrário. Até tentei me conter, mas não deu. É uma cidade fantástica”, admite. Por isso ele colocou a capital francesa na mira dos interesses fotográficos e danou-se a registrá-la. O paralelo entre as duas entrou para o portfólio e Paris divide com Brasília o espaço da exposição. São 11 imagens rotativas: ao longo do mês, as fotografias serão trocadas e renovadas.

Local: Espaço Cultural Alexandre Innecco – SCLN 116 Bloco A
Data: Segunda, das 19h às 21h. Terça, das 10h às 12h. Quarta, das 12h às 14h e das 19h às 21h
Preço meia: Entrada franca
De: 10/07/2012
Até: 7/11/2012